Páginas

terça-feira, 12 de junho de 2012


Dia dos namorados

 Qual  o melhor presente para o dia dos namorados ?
Não existe um presente ideal , pois cada pessoa tem um gosto diferente da outra. É muito comum as pessoas ficarem com medo de errar na escolha. Oferecer algo que desagrade, ou que cause má impressão. Mais difícil ainda quando é um começo de relacionamento.
Porém, uma coisa certamente agrada a todos: receber uma declaração de amor vinda com sentimento, do fundo do coração .  Expressar o quanto aquela pessoa é importante , especial e única em sua vida.
Muitas pessoas acreditam que para serem românticas tem  que  fazer coisas bem exageradas, que chamem a atenção. Na verdade,  o que mais importa é   o sentimento, a emoção.  E principalmente a sinceridade. È isto que mais toca o coração de qualquer pessoa.

domingo, 22 de abril de 2012

Tebig muito estranho.......

Desde criança frequento aquelas bandas que me leva à Ponta Leste (biscaia).Até então já se falava em duplicação do terminal da Petrobras e olha que já se vai muitos anos, agora vem essa noticia que o nobre Sr Carlos Minc quer de qualquer forma o não investimento no terminal "defesa do meio ambiente" atitude nobre não acham? Mas ora bolas o terminal é viável somos a cidade que mais exporta petróleo e a duplicação fica muito mais barato e viável ao cofres públicos.Todos os estudos técnicos apontam para a duplicação do TEBIG ainda sim ele está irredutível nossas autoridades foram em peso a Brasília essa semana para uma audiência acerca do caso e pasmem amigos o nobre SECRETÁRIO MINC NEM DEU AS CARAS. Muito estranho não acham esse EIKE OPS QUER DIZER MINC......

Vamos faça a sua parte!

O que se pretende com a lembrança (comemoração) do “Dia da Terra”? Essencialmente alertar as pessoas para a necessidade de tomar consciência da forma de gerir os recursos naturais, criar uma educação ambiental e sobretudo incentivar os cidadãos a serem responsáveis pela conservação deste bem que é o planeta em que vivemos. Sendo a Terra o local que habitamos, é nosso dever zelar por todo o conjunto e diversidade de formas de vida e culturas que compartilhamos.