Páginas

terça-feira, 30 de março de 2010

PV diz que vai impedir candidatura de "fichas-sujas"

A Executiva Nacional do PV aprovou resolução que impede a candidatura de qualquer integrante do partido com condenação judicial definitiva [transitada em julgado]. A resolução, que incorpora termos do projeto Ficha Limpa em tramitação no Congresso Nacional, foi encaminhada nesta segunda-feira (29) para publicação no Diário Oficial da União e é válida já para as eleições de outubroEm nota, divulgada em seu blog, a senadora Marina Silva, pré-candidata do PV à Presidência da República, diz que a decisão demonstra coerência do partido.
“Como nós trabalhamos para a aprovação do projeto Ficha Limpa no Congresso e neste blog, faz sentido que nos antecipemos já na implementação.”
Segundo a nota, pela decisão, não serão admitidos como candidatos do PV políticos condenados, em última instância, por crimes contra a economia popular, a fé pública, a administração pública, por atos contra o patrimônio privado, o sistema financeiro, o meio ambiente, a saúde pública e contra a vida.
A resolução impede ainda candidaturas de políticos que tiveram suas contas relativas a funções públicas rejeitadas por irregularidade que configure ato de improbidade administrativa.

domingo, 28 de março de 2010

Lindberg Farias vence as prévias do PT do Rio para candidato a Senado

O deputado federal Luiz Sérgio, presidente do diretório regional do PT/RJ, acaba de anunciar que o prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias, foi o vencedor das prévias do PT para a escolha do nome que vai disputar uma vaga no Senado.

Lindberg venceu Benedita da Silva por uma boa margem de votos.

Com esse resultado, não será surpresa se o Picciani desistir de ser senador, ou "rifarem" ele mais uma vez.

Não adianta ter bois, tem que ter voto !

sexta-feira, 26 de março de 2010

Prefeito de cidade mineira diz ter comprado diploma


O prefeito da cidade de Dom Cavati, no interior de Minas Minas Gerais, assumiu publicamente ter comprado um diploma.
Em um discurso público, gravado com o uso de um telefone celular, o político afirma que é analfabeto e refere-se ao documento como um "diproma", que teria sido compradoO prefeito já foi acusado da aquisição irregular do documento pelo Ministério Público, mas foi absolvido no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) por falta de provas.
O prefeito, que é do DEM (Democratas), usa um certificado de 1972.
Ele se envolveu em uma polêmica em 2008, ano em que disputou a reeleição, já que empatou no número de votos com outro candidato, ligado ao PT (Partido dos Trabalhadores). Por ser mais velho, o atual prefeito obteve o cargo.
Um promotor público deve pedir perícia nas imagens para apurar se elas são verdadeiras.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Justiça determina que Câmara de Angra exonere comissionados


A Câmara Municipal de Angra foi obrigada a exonerar parte dos ocupantes de cargos em comissão criados no início do ano passado. Segundo a lei, só podem ser criados cargos em comissão para atribuições de chefia, direção e assessoramento superior. As exonerações em alguns casos devem ser feitas em 72 horas. A decisão judicial determina ainda, a extinção destes cargos no prazo máximo de 210 dias.
Ainda de acordo com a justiça, até o final desta semana a presidência da Câmara deve exonerar um total de 54 servidores ocupantes de cargos em Comissão da estrutura administrativa da casa sob pena de multa mensal de R$1 mil, sobre a Presidente da Casa, a Vereadora Vilma dos Santos, por cada pessoa que permanecer nomeada.
Ainda de acordo com a justiça, hoje na Câmara Municipal de Angra (CMAR) há apenas 34 servidores concursados, contra 477 servidores ocupantes de cargo em comissão e confiança.
Segundo o Presidente do Sinspmar (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Angra dos Reis), a denúncia acatada pelo Ministério Público teve origem em um dossiê compilado pelo órgão. Daniel afirma também que a CMAR deveria realizar, com urgência, concurso público para o preenchimento das vagas que hoje estão ocupadas pelos Comissionados.

quarta-feira, 17 de março de 2010

TRE-DF cassa mandato de Arruda por infidelidade

O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) cassou nesta terça-feira (16), por 4 votos a 3, o mandato do governador afastado do DF, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), por infidelidade partidária. A decisão tem efeito imediato.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Esse é dos meus

“O homem público que não resiste a pressões não merece fazer política", disse Aécio, parafraseando uma máxima do avô Tancredo. "Todos nós temos as nossas convicções e eu sou um homem de convicções. Eu tenho as minhas. Enquanto elas não se alteraram, eu sigo meu rumo”

Divulgação de ficha de candidatos divide políticos

A decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de obrigar o candidato a informar se é alvo de processos judiciais , com sua ficha sendo exposta na página do tribunal na internet, foi recebida com elogios, mas também preocupações e ressalvas pelos políticos.

A maioria consultada disse que a transparência é positiva; porém, alguns consideram que as informações poderão ser usadas para prejudicar os candidatos.

Há ainda uma preocupação de que a decisão do TSE inviabilize a votação do projeto da chamada "ficha limpa".

Um dos responsáveis pela lei eleitoral aprovada no ano passado, o deputado Flávio Dino (PCdoB-MA) disse que o TSE apenas consolidou e aperfeiçoou o que a legislação previa. Mas, para ele, poderia ser acrescentado na resolução espaço na ficha para que o candidato possa explicar as acusações.


Lula deve se licenciar para ajudar Dilma

O presidente Lula quer evitar problemas com a Justiça Eleitoral e se dedicar integralmente à tarefa de eleger seu sucessor. Com isso, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que não disputa as eleições, voltará temporariamente à Presidência da República. O vice José Alencar e o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), deverão ser candidatos e não poderiam assumir o cargo. com a Justiça Eleitoral e se dedicar integralmente à tarefa de eleger seu sucessor. Com isso, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que não disputa as eleições, voltará temporariamente à Presidência da República. O vice José Alencar e o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), deverão ser candidatos e não poderiam assumir o cargo.

quarta-feira, 3 de março de 2010

TSE: Candidato terá que apresentar ficha criminal

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou na noite desta terça-feira instrução normativa que obriga o candidato, nas proximas eleições, a apresentar certidão criminal no momento de registro na Justiça Eleitoral, para que o eleitor saiba se ele tem ficha suja. Se houver processos, ele não será impedido de se candidatar - a menos que haja contra ele condenação judicial definitiva. A ideia é dar ao eleitor a oportunidade de conhecer os antecedentes do candidato e pesar essa questão na hora de votar.Agora que eu quero ver.

terça-feira, 2 de março de 2010